Thursday, 24 January 2013

Mapeamento dos conflitos socioambientais de Mato Grosso



O educador Paulo Freire orientava-nos para identificar as forças que agem a favor (para quem educar) e também as forças que agem contrariamente (contra quem educar). Entre outras perguntas essenciais à trajetória da educação ambiental, mapear os conflitos socioambientais, identificando as táticas de lutas é uma das invenções do Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (GPEA). É com enorme satisfação que anunciamos a publicação do livro:

Mapeamento dos conflitos socioambientais de Mato Grosso – escala de resistência e ritmos de esperanças.

No horizonte de lutas, não apenas a resiliência é importante, como também a resistência contra o projeto desenvolvimentista de exclusão social e crimes ambientais. O livro é uma sistematização da tese de Doutorado da Michelle Jaber, defendida na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e sob a orientação da Michèle Sato.

Para informações, contatar a Editora da UFMT:


JABER-SILVA, Michelle; SATO, Michèle. Mapeamento dos conflitos socioambientais de Mato Grosso – escala de resistência e ritmos de esperanças. Cuiabá: EdUFMT, 2012, 56p., il.

*

2 comments:

Michelle Jaber said...

Que divulgação lindaaaa do NOSSO LIVRO!!!!
Que ele continue denunciando as injustiças ambientais, mas também a resistência esperançosa desses grupos sociais vulneráveis.

Gabriel Caymmi Vilela said...

Michelle vc pode disponibilizar em formato shapefile esses levantamentos de conflitos ambientais que fez? Estou estudando os assentamentos no Lesto do MT e seria muito util casar essas informacoes espaciais. Se puder e claro.