Saturday, 15 February 2020

DISSERTAÇÕES E TESES DE 2019 GPEA - PPGE - UFMT

DISSERTAÇÕES E TESES DE 2019
GPEA - PPGE - UFMT


2019

(71 - DR) 
GOMES, Giselly R. N. S. Justiça climática: “cantos” de resistência da deficiência visual.
Cuiabá: 2019, 257f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em
Educação, Universidade Federal de Mato Grosso.

(70 - DR) 
LUIZ, Thiago C. Fenomenologia transmidiática: cartografando o clima em Mata Cavalo. Cuiabá: 2019, 222 f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal de Mato Grosso.

(69 - MS) 
ABREU, Adrianny de A. Uma escola do quilombo: a história da educação, das lutas e das resistências na comunidade Quilombola de Mata Cavalo. Cuiabá: 2019, 85f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, UFMT.

(68 - MS) 
SANTANA, Júnia. Aprendizagens da terra nas narrativas das mulheres guerreiras do Quilombo Mata Cavalo. Cuiabá: 2019, 92f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, UFMT.
[DOWNLOAD] Educação Ambiental. Mulheres Guerreiras. Lutas.Resistências. Comunidade Quilombola.


(67 - MS)  MARTINE, Rafael As alterações ambientais e culturais em comunidades do Cerrado do Pantanal, Poconé, Mato Grosso. Cuiabá: 2019, 181f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, UFMT.


(66 - MS) FACHIN, Jakeline M. A. Conflitos ambientais e currículo: reflexões de um processo formativo escolar comunitário. Cuiabá: 2019, 174f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, UFMT.
[DOWNLOAD] Palavras-chave: Educação Ambiental. Conflitos socioambientais. Justiça ambiental. Currículo.

(65 - DR) RESENDE-DUARTE, Júlio. Travessias e Silêncio: uma autobiografia fenomenológica do caminhar. Cuiabá: 2019, 226f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, UFMT.
[DOWNLOAD] Palavras-chave: Caminhadas. Educação Ambiental. Fenomenologia. Silêncio.

(64 - DR) SOUZA, Cássia F. S. O esvoaçar de lembranças no pouso de lutas socioambientais de mulheres negras. Cuiabá: 2019, 292f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, UFMT.
[DOWNLOAD] Palavras-chave: Educação Ambiental. Mulheres Negras. Justiça Climática. Cartografia do Imaginário. Narrativas.

Wednesday, 12 February 2020

Emergência climática e os desafios da educação ambiental


https://gpeaufmt.blogspot.com/p/cursos.html




CURSO DE FORMAÇÃO
Emergência Climática e os desafios da Educação Ambiental







1) DADOS GERAIS
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT
Instituto de Educação, IE
Programa de Pós-Graduação em Educação, PPGE
Linha de Pesquisa: Movimentos sociais, política e educação popular
Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte, GPEA
Título do Seminário: Emergência climática e os desafios da educação ambiental
Carga Horária: 40h
Curso: aberto ao público [30 vagas]
Data(s): 04/03/2020 – 10/06/2020
Horário(s): 14-18 horas
Sala: auditório 121 [1º. piso, próximo ao curso de Psicologia]
Palestrante(s) Convidado(s):
·        Irineu Tamaio, UnB: Clima e água no contexto da escola
·        Marilena Loureiro, UFPA:  Rede Pan-amazônica de justiça climática 


2) EMENTA
O Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (GPEA) tem desenvolvido pesquisas sobre a crise climática desde o ano de 2012, e hoje lidera uma rede internacional de 5 países e 17 entidades. Nossas pesquisas com diversos grupos sociais revelam que a população desconhece a crise climática, fruto de uma política que invisibiliza os desastres do clima em função de interesses econômicos da minoria. Com as pesquisas fortalecidas pelas dissertações e teses, o projeto visa comunicar o clima por meio de processos formativos.   O GPEA busca promover um fórum de debate com temáticas atuais, com os atores das escolas e das comunidades, professores, técnicos, estudantes ou atuantes das organizações não-governamentais.  Como forma de sustentabilidade de ações, o projeto visa continuar os diálogos com a Rede Mato-grossense de Educação Ambiental (REMTEA), que possui conexões com educadores ambientais do Brasil e mundo. Buscamos uma perspectiva de fortalecer a “Coalizão pelo Clima”, construído em setembro de 2019, que trouxe diversos parceiros atuantes na dimensão climática, tendo a UFMT como coordenadora das atividades.



3) OBJETIVOS
Proporcionar oportunidades formativas no contexto da invisibilização climática, por meio de argumentos científicos, resultados de investigações e vivências sociais. Contextualizar a emergência climática como fato, ocasionado pela grande aceleração desenvolvimentista, seus desastres, agravos e grupos sociais em situação de vulnerabilidade. Debater a possibilidade da educação ambiental, seus desafios e suas contribuições.


4)  CONTÉÙDO PROGRAMÁTICO
·        Era geológica: antropoceno, capitaloceno e cthulhuceno
·        Negacionismo e ceticismo: a política e a ciência
·        Escola: formação de professores, ensino e aprendizagem, ambientalização curricular e pessoas com deficiências (pcd)
·        Arte, saúde e comunicação: escolas, ciganos e transmídia
·        Pan-amazônia: rede de diálogos
·        Campo: decolonialidade e comunidades
·        Quilombo: clima e educação popular
·        Mulheres: negras e haitianas
·        LGBT: ambiente, migração e psicologia social
·        Migração climática: histórico, crianças, Cuba, Venezuela, Moçambique e Ciganos


5) PROCEDIMENTOS DE ENSINO (técnicas, recursos e avaliação)
Exposição teórica, fórum de debates, diálogos de aprendizagens.


6) COMISSÃO ORGANIZADORA (Docentes e Discentes)
Cássia Souza (professora IE)
Déborah Santos (doutoranda PPGE)
Michèle Sato (professora IE, Coord.)
Priscilla Amorim (doutoranda PPGE)
Tatiani Nardi (graduação, Pedagogia)




7) RECURSOS (humanos, técnicos e materiais necessários para o ensino a serem viabilizados pelo Departamento/Unidade).
Auditório, data show, microfone, caixa de som.


8) BIBLIOGRAFIA BÁSICA (* Existente na Biblioteca / ** a ser adquirida)
Os textos estarão em formato PDF e serão disponibilizados no blog do GPEA:https://gpeaufmt.blogspot.com/


9) AVALIAÇÃO
Processual, por meio de diálogos, debates e aprendizagens coletivas. Assiduidade, sociabilidade e participação.


10) INSCRIÇÃO
O curso e a inscrição são gratuitos, mas haverá seleção conforme os critérios:
1.      Preenchimento completo da ficha de inscrição (anexo A)
2.      Envio para gpea@ufmt.br
3.      Ter vivência no campo da educação ambiental (participação em curso, palestra, evento, projetos, atividades pontuais ou de pesquisas).

* IMPORTANTE
É preciso dar download do documento em anexo, preencher o anexo A (ficha de inscrição) e encaminhá-lo para: 
gpea@ufmt.br






download:


PROFESSORAS RESPONSÁVEIS:
 Cássia Souza
Michèle Sato (coordenadora)   
   

ESTUDANTES DA COMISSÃO ORGANIZADORA:
Déborah Santos (doutoranda PPGE)
Priscilla Amorim (doutoranda PPGE)
Tatiani Nardi (graduação, Pedagogia)

Cuiabá, 12/02/2020.




 * IMPORTANTE
É preciso dar download do documento em anexo, preencher o anexo A (ficha de inscrição) e encaminhá-lo para: gpea@ufmt.br






download:






















ANEXO A -- FICHA DE INSCRIÇÃO









Nome completo:







RG:







CPF:







E-mail:







Celular/Telefone:







Local que trabalha (ou estuda):







Formação:







Escreva uma breve narrativa sobre sua vivência prévia em Educação Ambiental (até 500 caracteres com espaço – usar contagem de palavras no word):





























___________








ORGANIZAÇÃO
Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte - GPEA
Rede Mato-grossense de Educação Ambiental - REMTEA
Rede Internacional de Educação Ambiental e Justiça Climática - REAJA
Universidade Federal  de Mato Grosso - UFMT