Posts

Showing posts from May, 2014

Em busca dos Sacís do Boal

Image
carta maior
http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Cultura/Em-busca-dos-Sacis-do-Boal/39/31052


Em busca dos Sacís do Boal Os Sacís sumiram. Às vezes têm-se notícias de que alguma estatueta apareceu à venda em leilão. Vários atores conseguiram recuperar os premios. Boal, não. 0 A+ Léa Maria Aarão Reis
Agosto de 1968. Data emblemática que deixava o mundo em suspenso, de pernas para o ar. Nas ruas de Paris o chienlit coroava a nova maneira de viver a contracultura: sonhar com o impossível, proibir o proibido. Manifestações de rua contra o sistema se multiplicavam em diversos lugares. Desde junho, em Praga, Dubcek preparava a primavera da então Tchecoslováquia – meses depois abortada. Os americanos percebiam, com algum estupor, que, desde janeiro, com a histórica ofensiva do Tet, começavam a perder a guerra do Vietnã. 

No Brasil a atmosfera era sombria. Quatro Atos autoritários tinham sido baixados pelos militares e o famigerado quinto viria quatro meses mais tarde, em dezembro. Aqui, imp…

O outro Jesus. Entrevista com Reza Aslan

Image
ihu
http://www.ihu.unisinos.br/noticias/526448


O outro Jesus. Entrevista com Reza Aslan Fim de julho, estúdios da Fox NewsLauren Verde, um dos rostos mais conhecidos da televisão, persegue um homem de ar desarmado e de voz tranquila. Ela pergunta: "Por que um muçulmano escreve um livro sobre Jesus?". Ele, um pouco surpreso: "É o meu trabalho, eu sou professor, um estudioso das religiões". Mas ela, de novo, sem ouvi-lo, como um disco riscado: "Sim, ok, mas por que você se interessou pelo fundador do cristianismo?". Assim, durante dez infinitos minutos, que são o manifesto perfeito de uma divisão cultural, da total incapacidade de se comunicar. O vídeo "da pior entrevista jamais vista", como agora ela é definida, que se tornou viral na internet, causando frisson em talk shows e em jornais [assista abaixo o vídeo, em inglês]. A reportagem é de Massimo Vincenzi, publicada no jornal La Repubblica, 03-12-2013. A tradução é de Moisés Sbardelotto. Ele …

Sesc faz exposição fotográfica sobre feitura da canoa

Image
UFMT
http://www.ufmt.br/ufmt/site/index.php/noticia/visualizar/16470/Cuiaba

Sesc faz exposição fotográfica sobre feitura da canoa Publicado em Notícias | 30/05/2014
“No nascimento há morte: a feitura da canoa pantaneira” é o nome da nova exposição de fotografias do Sesc Arsenal, com obras do fotógrafo João Quadros, estudante secundarista que foi um dos pesquisadores mirins do Grupo de Pesquisa em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (Gepea) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). As fotos foram tiradas por João no ano de 2011, no distrito de Joselândia, município de Barão de Melgaço.
João conta que teve envolvimento com o grupo de pesquisa desde muito cedo, porque os professores já eram amigos de sua mãe, e em 2010 ele recebeu o convite da professora Michele Sato, do Instituto de Educação (IE), para integrar o grupo como pesquisador mirim e realizar uma pesquisa fotográfica sobre as águas na perspectiva da Educação Ambiental.
A professora Michele relata que este envolvimento de…

Exposição "No nascimento há morte: a feitura da canoa pantaneira" por João Quadros.

Image
ACONTECE no SESC Arsenal (Cuiabá, MT), a abertura da Exposição "No nascimento há morte: a feitura da canoa pantaneira" por João Quadros.
ABERTURA DIA 29/05 (QUINTA-FEIRA) AS 20 HS NA GALERIA DO SESC ARSENAL EM CUIABÁ MT
"Eu como artista, gostaria de expressar minha admiração pela qualidade e sensibilidade que esse jovem traz em sua imagetica. A temática desse trabalho nos faz acreditar que a identidade cultural de Mato Grosso vem sendo valorizada e muito bem registrada por esse artista extremamente talentoso. Visite, na galeria do Sesc Arsenal!" (Ruth Albernaz)


João Quadros é um jovem fotografo Brasileiro, que iniciou na fotografia aos 10 anos de idade. Influenciado por outros grandes fotógrafos Brasileiros, realizou seus primeiros trabalhos na área da fotografia de natureza e cultura popular, sempre com um olhar sensível e criativo. Em 2011, aos 14 anos de idade, João passou a integrar o Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte – GPEA, da Universi…

A arte total de um mestre oitocentista

Image
fapesp
http://revistapesquisa.fapesp.br/2014/04/24/arte-total-de-um-mestre-oitocentista/


A arte total de um mestre oitocentista Apelidado de “homem-tudo”, Araújo Porto-Alegre procurou definir as bases de uma escola brasileira de arte MARIA HIRSZMAN | Edição 218 - Abril de 2014
© DIVULGAÇÃO IMS Mata virgem, c.1850-1860, grafite e aquarela sobre papel Figura central do projeto de constituição de uma cultura nacional no Brasil oitocentista, Manuel de Araújo Porto-Alegre (1806 – 1879) é – paradoxalmente – vítima de uma perversa tendência brasileira de perpetuar mitos e optar pelo caminho mais fácil de pesquisa. Diante da dificuldade de reunir sua obra dispersa, e de entender como alguém pode ao mesmo tempo ser neoclássico e romântico, artista, literato e homem público, pintor de história e defensor da aquarela e do estudo da natureza tropical, diversas gerações se contentaram em dar-lhe a fama sem problematizar seus feitos, iluminar mais a fundo suas contradições ou observar de perto sua p…

‘Nossa opção em São Paulo é poluir a água que está perto e captar a que está longe’

Image
correio
http://www.correiocidadania.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9649:manchete270514&catid=34:manchete


 ‘Nossa opção em São Paulo é poluir a água que está perto e captar a que está longe’

ESCRITO POR GABRIEL BRITO E VALÉRIA NADER, DA REDAÇÃO TERÇA, 27 DE MAIO DE 2014