Posts

Showing posts from July, 2013

Eduardo Galeano aponta quatro mentiras sobre o ambiente

Image
hornos a chiapas
http://hornosachiapas.wordpress.com/2011/05/18/eduardo-galeano-aponta-quatro-mentiras-sobre-o-ambiente/

Eduardo Galeano aponta quatro mentiras sobre o ambientePublicado emmaio 18, 2011por . . A civilização que confunde os relógios com o tempo, o crescimento com o desenvolvimento, e o grandalhão com a grandeza, também confunde a natureza com a paisagem . Quatro frases que aumentam o nariz do Pinóquio1 – Somos todos culpados pela ruína do planeta. A saúde do mundo está feito um caco. “Somos todos responsáveis”, clamam as vozes do alarme universal, e a generalização absolve: se somos todos responsáveis, ninguém é. Como coelhos, reproduzem-se os novos tecnocratas do meio ambiente. É a maior taxa de natalidade do mundo: os experts geram experts e mais experts que se ocupam de envolver o tema com o papel celofane da ambiguidade. Eles fabricam a brumosa linguagem das exortações ao “sacrifício de todos” nas declarações dos governos e nos solenes acordos internacio…

A produção de alimentos vista do espaço

Image
o eco
http://www.oeco.org.br/geonoticias/27400-a-producao-de-alimentos-vista-do-espaco?utm_source=newsletter_768&utm_medium=email&utm_campaign=as-novidades-de-hoje-em-oeco

A produção de alimentos vista do espaço Paulo André Vieira21 de Julho de 2013 Em uma coluna recente este blog mostrou, usando imagens de satélite dos últimos 30 anos, o crescimento urbano de algumas cidades brasileiras. Como haviamos mencionado, a população mundial ultrapassou a casa dos 7 bilhões em 2011, e de acordo com as últimas projeções devemos chegar aos 9 bilhões daqui a 37 anos.

E como poderemos alimentar essas 2 bilhões de bocas a mais? Um vídeo feito pelo Museu de Ciências de Minnesota tenta responder esta pergunta. Como aponta o vídeo "2 bilhões a mais vem para jantar" (em inglês), produzindo em um formato chamado "Ciência em uma Esfera", nem toda terra cultivável ​​é utilizada para a produção de alimentos para seres humanos. Grande parte das terras cultiváveis é usada para produz…

España privatiza el sol. Prohibido generar energía para autoconsumo

Image
É UM ABSURDO ESTA NOTICIA!!!
uma vergonha da humanidade a ela mesma...

el país
http://elpais.cr/frontend/noticia_detalle/6/83700


España privatiza el sol. Prohibido generar energía para autoconsumoFuente: Elpais.cr  |  2013-07-21 Madrid, 21 jul (kaosenlared.net) - Se "privatiza" el Sol en España: si te pillan recogiendo fotones de luz solar para tu propio consumo te puede caer una multa de hasta 30 millones. Así que si estabas pensando que con esta falsa crisis provocada, la mejor opción era precisamente tener unas placas solares que bajaron un 80% su coste y tener la oportunidad de desconectar de la red eléctrica y su factura estafa, ya puedes ir olvidándote.

Con el  terror que tienen las eléctricas a que se “desestabilice” el consumo eléctrico (por no decir desaparecer), a alguien en contra de lo que la lógica dicta, se ha propuesto sepultar la industria foto-voltaica (ahora que es más necesaria que nunca) en un pozo sin fondo, en algún momento del 2010 alguien ha decidido p…

Glauber Rocha com sotaque francês

Image
fapesp
http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/06/05/glauber-rocha-com-sotaque-frances/

Glauber Rocha com sotaque francês Cineasta baiano e crítica internacional estabeleceram diálogo que ajudou no projeto de internacionalizar o Cinema Novo AGABITE FERNANDES | Edição 208 - Junho de 2013
© AFP IMAGEFORUM Othon Bastos em cena do filme Deus e o diabo na terra do sol, de 1964 Em 1963, o cineasta e crítico Gustavo Dahl, em carta, avisa o colega Glauber Rocha: “O artigo nosCahiers du Cinéma é muito bom para nós, só fala da turma, de você, do Joaquim do Pedro de Andrade, do Leon Hirzman, e diz que, em potência, nós somos os primeiros cineastas do mundo. Tudo isso me convence cada vez mais que só o Cinema Novo tem elementos para penetrar na Europa. Seria o caso de nos organizarmos e mandar, por conta própria, ou pelo Itamaraty, filmes para todos os festivais, fazer em Paris uma central Cinema Novo, abrir uma frente mundial!”. O estrategista dessa “revolução” de sociabilidade que se estabelecera…

Stiglitz: É hora de questionar as patentes

Image
outras palavras
http://outraspalavras.net/destaques/stiglitz-e-hora-de-questionar-as-patentes/

Stiglitz: É hora de questionar as patentes POR JOSEPH STIGLITZ – ON 17/07/2013CATEGORIAS: CONHECIMENTO LIVREDESTAQUESMUNDO 1318000 No cartaz: “Pessoas antes das patentes. Projeta o acesso aos medicamentos acessíveis” Proibir privatização de genes humanos foi só primeiro passo. Para estimular ciência e inovação tecnológica, sociedades não precisam produzir desigualdades Por Joseph Stiglitz | Tradução: Cristiana Martin Em meio à guerra contra a desigualdade, nos acostumamos tanto com más notícias que quase entramos em choque quando surge algo positivo. E depois que a Suprema Corte dos EUA decidiu que gente rica e grandes corporações têm o direito constitucional de comprar as eleições, quem esperaria que este tribunal produzisse alguma notícia boa? Mas uma decisão, ao fim do primeiro semestre, resultou em algo mais precioso que somente dinheiro: o direito de viver. À primeira vista, a ação da …

Quanto o Brasil realmente investe em educação pública?

Image
correio
http://www.correiocidadania.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=8625:submanchete170713&catid=72:imagens-rolantes

 Quanto o Brasil realmente investe em educação pública?


ESCRITO POR OTAVIANO HELENE QUARTA, 17 DE JULHO DE 2013