Monday, 5 May 2014

Relatório de Campo
São Pedro de Joselândia-MT, 23 de abril de 2014



Giselly Rodrigues das Neves Silva Gomes

O presente relato apresenta os resultados da terceira etapa do “Projeto de construção de Ecotécnicas” na Escola Estadual do Campo Profª Maria Silvino Peixoto de Moura, localizada no distrito de São Pedro de Joselândia-MT.
Conforme acordado na etapa anterior, cada grupo encaminhou a proposta de seu projeto, bem como, a planilha com a relação de todos os materiais necessários à construção das ecotécnicas. Deste modo, na tarde do dia 23 de abril de 2014, a pesquisadora Giselly Rodrigues das Neves S. Gomes e o pesquisador Júlio Correa de Resende Dias Duarte estiveram na escola para dar continuidade ao acompanhamento e orientação de cada grupo.
Considerando que as Tecnologias Ambientais Sustentáveis (Ecotécnicas) ancoram-se na proposta das Escolas Sustentáveis (ES), espera-se que cada ecotécnica a ser implementada na escola traga contribuições locais, com reflexos a serem percebidos em outros territórios (âmbito global), no contexto das mudanças climáticas. Acreditando que uma ES não deve limitar-se à construção de Ecotécnicas, esta pesquisadora buscará discutir epistemologicamente acerca deste termo (Ecotécnica) e sua implicação à proposta das escolas sustentáveis. Porém, este será tema do relatório final do ”Projeto de construção de Ecotécnicas” na Escola Estadual do Campo Profª Maria Silvino Peixoto de Moura.
Os pesquisadores iniciaram as atividades fazendo alguns questionamentos aos participantes presentes acerca do envolvimento dos estudantes nos projetos, sobre a relação entre cada proposta a ser desenvolvida e o currículo da escola e ao contexto das mudanças climáticas. Nesta discussão, não buscou-se respostas aos questionamentos mas, uma reflexão sobre a necessidade do trabalho coletivo e o caráter pedagógico que cada projeto deve apresentar. Assim, considerando as orientações gerais sobre ES, solicitou-se para que os grupos construíssem um croqui da escola com a localização das ecotécnicas e registrassem o passo a passo dos trabalhos com o objetivo de divulgar junto a comunidade escolar. Aproveitando-se a presença de membros da Com-Vida, foi orientado para que tal divulgação fosse conduzida por esta Comissão.
Cada grupo fez um breve relato sobre seus projetos, expuseram dúvidas e, de modo geral, demonstraram confiança de que seus objetivos serão alcançados e, com muita empolgação, sugeriram que a apresentação do resultado final dos Projetos aconteça no dia 06 de junho de 2014, a partir das 14h com a presença da comunidade local e dos membros das instituições apoiadoras.






Os pesquisadores acompanharam cada grupo nos locais onde as ecotécnicas serão instaladas e definiu-se os títulos de cada projeto:
- Projeto Cortina Verde
- Projeto Telhado Verde
- Projeto Casa Tradicional
- Projeto Água é Saúde

 
Enquanto proposta de um projeto de pesquisa do Laboratório 5, do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Áreas Úmidas (INAU), tendo como parceiros o Word Wildlife Foundation (WWF-Brasil) e o GPEA (Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), finalizamos aquela tarde de trabalho com a entregar de parte dos materiais que foram comprados em Cuiabá, bem como, os repasse dos recursos financeiros à cada grupo, a fim de que adquirissem o restante dos materiais na própria localidade e as orientações para a prestação de contas.
Estiveram presentes 25 pessoas, dentre professores (as), técnicos (as) administrativos escolar, apoio administrativo escolar e 03 deles estudantes que compõem a Com-Vida da escola.



Post a Comment