Tuesday, 26 March 2013

Universitários Japoneses conhecem projeto de Educação Ambiental em escola de VG

seduc-mt
http://www.seduc.mt.gov.br/conteudo.php?sid=20&cid=13220&parent=0


Universitários Japoneses conhecem projeto de Educação Ambiental em escola de VG

 VER FOTOS

Volney Albano / Seduc-MT
Japoneses conhecem projeto de Educação Ambiental da EE José Leite, Várzea Grande/MT
O projeto de Educação Ambiental da Escola Estadual José Leite de Moraes, localizada no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, foi apresentado para 13 estudantes de Relações Internacionais da Universidade de Tokai, da Província de Kanagawa, no Japão. Os japoneses reuniram-se com alunos e servidores na unidade de ensino, nesta quarta-feira (20.03).
A visita foi acompanhada pela superintendente de Diversidades Educacionais da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Débora Pedrotti, pela gerente de Educação Ambiental, Gisely Gomes e professoras da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Os universitários vieram ao Estado, devido ao intercâmbio cultural realizado entre as duas Instituições Superiores de Ensino.
Na ocasião eles percorreram todas as dependências da Escola conheceram a horta e produtos recicláveis como caixas, enfeites, objetos de decoração, entre outros produzidos pelos alunos com resíduos recicláveis como, papelão, garrafas pet e tecidos. Os japoneses relataram que em seu país a Educação Ambiental trata-se de uma disciplina que consta do currículo das Escolas.
Débora Pedrotti citou que no Brasil o ensino público trabalha a temática de forma transversal. “Em Mato Grosso, por exemplo, orientamos as unidades para que a Educação Ambiental seja inserida em todas as disciplinas”, disse. Ela ressaltou que a Seduc trabalha com a proposta de Escolas Sustentáveis e a José Leite é uma dessas unidades.
Para a universitária Momo Koike, os conhecimentos obtidos contribuirão para a atuação dela e de seus colegas como profissionais. Com o auxilio de uma intérprete ela disse que gostou muito de tudo que viu na Escola, e citou similaridade das ações de reciclagem feitas pelos alunos locais, com as que são realizadas em seu país. “Além das ações ambientais esse contato com os alunos nos ajuda a conhecer a cultura local, essencial na nossa futura profissão”, destacou.

VOLNEY ALBANO
Assessoria/Seduc-MT
*
Post a Comment