Monday, 19 September 2011

animais, emoções, fotografia


fonte: O ECO
http://www.oecoamazonia.com/br/fotografia/299-animais-sentem-emocoes







Por Finding Species
30 de Agosto de 2011

Texto: Verónica Quitigüiña e Maricela Rivera
Fotografia: Yuri Huta e Leonel Velásquez



Expressões humanas de animais amazônicos

A maior parte das fotografias aqui mostradas foram tiradas durante uma série de sessões feitas com animais em cativeiro em zoológicos e centros de resgate no Equador e nos Estados Unidos. As espécies retratadas podem ser vistas no Parque Nacional Yasuní, equatoriano.

Através do tempo, diferentes segmentos da humanidade tiveram opiniões muito diversas sobre emoções dos animais. Uns dizem que são uma mera resposta a um estímulo, outras que os animais sentem, assim como os humanos.

Nesta fotorreportagem não pretendemos decifrar este enigma, mas sim promover a empatia entre o homem e os bichos da Amazônia equatoriana – que, assim como humanos, utilizam expressões faciais para demonstrar diferentes emoções ou sentimentos. Esta seção de fotos foi realizada pela Finding Species.

Alegria

Expressões de alegria também podem ser vistas nos animais silvestres. Brincadeiras estão associadas com o prazer, e, portanto, com a alegria. A ciência tem aceitado que mamíferos pequenos têm uma necessidade inata de brincar. “A interação com outros ajuda a desenvolver habilidades que serão importantes para ajudá-los a sobreviver”, afirma Marc Bekoff, biólogo da Universidade de Colorado.

Tristeza

O neurotransmissor dopamina, muito importante no processamento da alegria e do desejo, está presente em humanos e animais. A deficiência deste neurotransmissor pode causar tristeza.

Esperança

Quando as coisas estão mal e surge o pressentimento ou fé de que melhorarão, em um tempo determinado surge a esperança. No caso dos animais, a esperança está relacionada ao alimento, água ou refúgio, recursos que dependem da conservação de seu habitat e, portanto, do impacto das atividades humanas sobre ele.

Desânimo

Animais com certeza atravessam momentos difíceis devido a diferentes causas. A falta permanente de alimentação, território e de reprodução pela perda do habitat, por exemplo, podem causar um mal estar parecido ao desânimo.

Raiva ou indignação

Enquanto eram tiradas estas fotografias, procuramos causar algumas contrariedades aos animais, em relação a alimentos. Profissionais no manejo de fauna silvestre nos auxiliaram e, enfim, captamos imagens de raiva ou contrariedade.

Prazer

O prazer é uma sensação que se origina no cérebro quando se cumprem diferentes necessidades biológicas. Por exemplo, a eliminação de parasitas causa prazer para o indivíduo hospedeiro, mas também pode satisfazer parte dos requerimentos alimentícios de outro.

Maquiavélicos

Na televisão ou em áreas naturais podemos ver certos animais planificando ataques em grupo ou emboscando suas presas para obter alimento, cenas que podem se associar a um instinto de sobrevivência. É difícil saber se os animais podem ter sentimentos maléficos, mas algumas expressões como as destas fotografias nos fazem suspeitar de suas intenções.

Solidariedade

Durante as sessões fotográficas de animais amazônicos realizadas em cativeiro se observaram interações entre indivíduos da mesma espécie ou de diferentes, especialmente de primatas, o que podemos definir como solidariedade. Este comportamento social tanto em seres humanos quanto em animais é indispensável para a sobrevivência das espécies.

Surpresa e curiosidade

Nos animais, a curiosidade gera atração a diferentes estímulos: odores, cores, sons ou texturas que os levam a reagir de formas opostas a uma experiência agradável ou desagradável. Alguns evitam situações nas quais, no passado, se sentiram ameaçados ou procuram novamente uma que lhes produziu uma boa sensação.


Referências bibliográficas:

•    BBC. Documental ¿Tienen emociones los animales?
•    John-Paul Flintoff. 2008. Do animals have emotions? The Sunday Times.  August 24, 2008, revisado dia 19 de fevereiro de 2011.
•    Klaus Wilhelm. 2006. Do animals have feelings? The scientific American Inc.
•    Marc Bekoff. 2002. Minding Animals: Awareness, Emotions and Heart. Oxford University Press.
Post a Comment